• Sobre saber abrir e fechar portas



    Existem inúmeros provérbios e ditados retirados dos maravilhosos clichês da sabedoria popular sobre os recomeços, mas não vai ser sobre eles que eu vou falar. Acredito que tão importante quanto saber recomeçar é saber dar continuidade ou finalizar. Você já parou para pensar em quantas coisas abandonou pelo caminho por algum motivo qualquer? Já pensou naqueles três pontinhos que colocou onde deveria haver uma vírgula ou até mesmo um ponto final?

    Há uma certa dualidade nisso tudo, sobre o que deixar partir e o que levar adiante, mas acredito que cada um sabe sobre suas interrupções e conclusões. Cada um sabe quando é preciso ir em frente e quando terminar a jornada, embora seja sempre mais fácil falar do que fazer.

    Há momentos em que sentimentos rotulados ou sem nome são mais fortes e nos fazem estancar no meio de um passo, desistir antes da próxima curva e guardar no bolso um sonho sufocado e irrealizado, mas não são esses momentos que nos definem. Há tanto mais para saber, ver e viver que parar no meio caminho me parece covardia demais. Se os finais são necessários, não os prenda, deixe-os surgir; se há que continuar, então prossiga.

    Algumas interrupções podem ser perigosas, pois elas ficam espreitando para nos assustar quando estivermos desprevenidos, ao mesmo tempo em que não são vistas, sua presença paira no ar como nuvens carregadas prestes a se rebelar e trazer tempestades, o melhor a se fazer é acabar com elas como se fossem ervas daninhas que corrompem a beleza de um jardim. É preciso ter coragem para dar um basta e convicção para torná-lo resistente o suficiente. É preciso vontade para impedi-las de continuar. Algumas portas devem ser trancadas de uma vez e suas chaves perdidas. Há passados que pertencem somente ao passado. Se puder fazer sozinho, faça, se não conseguir, peça ajuda. O importante é barrar que algumas coisas o persigam pelo resto da vida e te impeçam de viver.

    Outras pausas, porém, foram feitas por impulso, foram deixadas de lado por receio, insegurança ou apenas esquecidas nas voltas do tempo. Elas podem nos assombrar pedindo por seus finais, e sempre presentes na lembrança do que nunca existiu e na tristeza do não saber. Tire a poeira daquele sonho engavetado e faça-o respirar cores novamente; substitua as expectativas frustrantes por uma esperança renovada e sem amarras; desempacote seus sorrisos e leve-os para passear; reconecte-se consigo mesmo e descubra novos brilhos dentro de seus olhos; aprenda novas canções ou cante sem saber a letra; destranque as portas que te impedem de seguir e viva.


    Que a velha sabedoria dos ditos populares e de todos os clichês te ajudem a discernir os livramentos daquilo que merece uma segunda chance; que você possa enxergar as novas possibilidades e agarrar as oportunidades que surgirem pelo caminho; que nenhum sonho morra por falta de tentar; que nenhuma esperança se perca por fraquezas. Que seus novos capítulos tenham as mais variadas pontuações e menos reticências possíveis. 

    Mais um ano que se termina e mais um que eu passei longe daqui, para variar, dessa vez eu procrastinei mesmo, não vou culpar o tempo. Meu desejo para 2018 é que o bom senso faça parte de cada um e nos permita usar as pontuações corretas nos parágrafos e travessões de nossas vidas. Que haja coragem para continuar, determinação para concluir e novas histórias para viver. 
  • 1 sorrisos compartilhados:

    Joyce Silva disse...

    Saber diferenciar aquilo que precisa ou não de um fechamento daquilo que precisa de uma continuidade é muito difícil, ás vezes a gente tem tanto medo de deixar escapar, de deixar um sonho ou mesmo um sentimento morrer que estagnamos na nossa vida, ficamos presos a um ciclo vicioso e não percebemos que ficar dói mais do que partir.

    Que a vida nos traga a sabedoria necessária para discernir as pontuações que devemos colocar e que 2018 seja um ano repleto de sonhos para você meu lindo, que no dia 1º de janeiro você coloque um travessão e inicie um ano cheio de esperança e conquistas.

    Amo você e que nosso amor seja sempre um parênteses nesse mundo louco que vivemos.

    EMAIL

    rodolpho.padovani@hotmail.com