Plágio é pouco, fui “clonado”



Ok, o título do post está meio exagerado, mas vou explicar tudo.
Esses dias, por ter sido acusado de ter copiado um texto (por alguém que nunca me leu), fiz uma pesquisa para descobrir se havia algum texto parecido ao meu e eis que me deparo com alguns textos meus plagiados (apesar de não ter sido a primeira vez que isso acontece). Consegui falar com a “autora” de um dos blogs que continha dois textos meus, expliquei a situação de forma pacífica, dando a elas as opções de me dar os créditos pelos textos ou apagá-los, ela preferiu a segunda opção, o que eu achei patético da parte dela.
Segue agora uma lista de blogs e fotologs que usaram textos meus sem pedir permissão e sem os devidos créditos. Sim, vou expô-los aqui, porque essa é minha maneira de lutar pelos meus direitos.

Jeh Dias – Plágio de Apenas embarque.
Gk17 (fotolog) – Plágio de Medo de arriscar.

Depois de encontrar esses “roubos” eu parei para respirar e decidi não procurar mais (com medo de encontrar), mas ontem, por acaso, o que eu encontrei foi mais chocante que tudo isso junto.
Uma garota, que se autodenomina blogueira possui um blog chamado A arte de um sorriso, criado dois anos depois do meu, que inclusive tem como frase de cabeçalho a mesma que eu costumava usar aqui: "Não preciso me drogar para ser um gênio. Não preciso ser um gênio para ser humano, mas preciso do seu sorriso para ser feliz." (Charles Chaplin) A qual eu usei até pouco tempo atrás, mas não pára por aí, a mensagem de boas vindas dela também foi retirada daqui: “BEM VINDO, SINTA-SE À VONTADE. Puxa uma cadeira, senta aqui comigo que eu tenho muita coisa pra contar.” Ela muito criativamente chama seus seguidores de “Outros sorrisos”, assim como eu e ainda tem a mesma mania de colocar uma Imagem da Semana no blog. Clique em Clone para ver o blog com seus próprios olhos. Para finalizar esse absurdo, ela pegou meu texto "Amizades", fez algumas mudanças ridículas e dedicou a uma amiga, para ver clique aqui (essa postagem foi publicada no “A arte de um sorriso” pirata, no mesmo dia do meu aniversário, sente a ironia do destino). Eis aqui o link do blog.
Confesso que me enchi de ódio quando vi isso tudo, mas com calma fui lá no blog dela (se é que posso dizer isso), usando todo meu senso irônico e comentei dando a ela as mesmas opções de praxe, pedi ajuda pelo twitter e fui apoiado (agradeço imensamente por isso) e agora espero que a tal se providencie nas alterações o mais rápido possível.
Será que ela não entende que quando as pessoas pensam em A arte de um sorriso, pensam em Rodolpho Padovani? Haha, essa foi para cortar o clima tenso da postagem.

Prosseguindo, encontrei um texto falando sobre plágios e direitos autorais em blogs e achei super interessante, clique aqui para ler e outro texto abordando 7 mitos sobre plágio que também merece ser lido, clique aqui.
Ambos os textos são do Blosque – Blogando com alma e quem realmente se preocupa com isso, deve ler.

Galera, eu sou um cara legal, não queria ter chegado a esse ponto, de verdade, mas não consegui me calar diante disso. Todas as vezes que pediram meus textos, eu os enviei sem criar nenhum problema, não ligo que peguem trechos daqui e usem, desde que meu nome esteja lá. Hoje o blog está mais protegido do que na época em que os textos foram roubados e por isso pode ser que eu ainda vá encontrar, mais cedo ou mais tarde, mais textos meus por aí.
Eu não vejo plágio como um elogio por terem gostado do que escrevi, eu vejo unicamente como roubo e falta de criatividade.
Não vou abandonar o blog por causa desses “incidentes”, pois isso seria aceitar que quem faz isso é melhor do que eu, sendo que é justamente o contrário. Continuarei com a mesma dedicação de sempre, pois meus leitores merecem e sabem que eu prezo muito eles.
Desculpa ter despejado tudo isso aqui, agradeço a quem me apoiar da maneira que convir e até a próxima postagem.

Compartilhe

Mais sobre o dono dos sorrisos

Autor de sorrisos. Sou aquele que fala sobre o que sente e o que não sente com a mesma veracidade. Há quem diga que sou feito de palavras e quem sou eu para discordar? Ao ler minhas (entre)linhas nosso laço se aperta e assim podemos ser íntimos, de alguma forma. Contatos: rodolpho.padovani@hotmail.com

11 sorrisos compartilhados:

@barbarakang disse...

FALTA DE CRIATIVIDADE DO CARALHO! ¬_¬

Cristiano Guerra disse...

Valer-se das coisas alheias é realmente coisa de filhos-da-p**a.

(:

C. disse...

Negar a autoria é como negar a alma de quem escreveu. O texto foi a expressao dessa alma e dar crédito é uma reverência.
Crédito é como dizer: obrigada em dizer tudo que eu quis dizer naquele momento.
É assim que o mundo caminha.

A Escafandrista disse...

Diante da incapacidade de algumas pessoas de realizarem-se, parece que resta apenas a ousadia de imitar aquilo que não conseguirão, nunca, chegar nem perto.

Eu vi os textos, triste alguém fazer isso, né?

L. Sampaio disse...

É isso ai! Acho que você tem todo o direito de se revoltar e expor isso, pois como você, outras pessoas com certeza pensam o mesmo.
Contra o plágio!
beijos.

Walquiria disse...

A arte, o brilho, a simplicidade, a beleza, o encanto... vêm do seu blog., através das suas palavras...

É comum nos enxergarmos em mtos textos escritos por diversos autores. Eles falam de nós, das nossas dores ou alegrias, sentidas ao longo da vida. É até comum, normal fazer uso deles... Mas é inadmissível não citar o autor. Fiquei triste ao visitar esses blog's. O último então, me deixou indignada... Aff


DIGA NÃO AO PLÁGIO!


RO... vc é maior que tudo isso!

Bjs doces!

@juusep disse...

Diga não ao Plágio! E cara, o que for melhor prevalecerá! Abraço, te acalma guri, teu talento é incomparável, eles só querem ser como você!

Amanda Menezes disse...

Sinto falta de tudo isso aqui sabia? Não vou prometer mais uma vez que voltarei, porque não sei se vou ser capaz de cumprir isso.
Enfim, só quis passar pra dizer que to do teu lado ness luta viu. E tambem que to sentindo saudades.

Beijoos Rodi.

vell disse...

Nem vou comentar, porque sofri disso o ano passado quase todo. O programa é que o plágio não era do meu blog, e sim uma garota patética tentando copiar minha personalidade.

Beijos

Eduardo R. V. disse...

"[...]Eu não vejo plágio como um elogio por terem gostado do que escrevi, eu vejo unicamente como roubo e falta de criatividade.[...]"

Concordo. Mas é pratica comum, ficar pegando textos, frases e tudo mais, por aí e postar em qualquer lugar sem creditar.

*Amanda* disse...

Pior que copiar... é falar mal de um texto que a pessoa nunca leu!

Ainda bem que vc procurou quem anda usando a sua criatividade sem pedir!

Mas Rodolpho Padovani só tem um... e quem escreve como ele?!... Ninguém!