Metade do meu eu

Estávamos deitados na grama do parque, debaixo de um sol ameno de inverno, sentindo o frescor do vento balançar os cabelos enquanto essa mesma brisa leve carregava a fragrância do perfume dela até mim, aquele cheiro de flor suave que galopava pelo ar e vinha ao meu encontro. Ela me sorria com os olhos e eu me prendia na sutileza daquele momento só nosso. Ela e eu, as mãos entrelaçadas, um do lado do outro. Suas mãos passeavam pelos meus cabelos e as minhas alisavam a pele macia de seu rosto perfeitamente esculpido para mim. Seu sorriso se projetava lindamente e era como se as estrelas da constelação mais bonita me acenassem.
Ela me encarava, piscando ternamente. O que existe entre a distância de nossos olhos? Existe um mar de emoções onde navego nas horas de calmaria ao lado dela, existe um melodia suave que somente nossos ouvidos podem ouvir, existe carinho pincelado em cada toque e carícia, existe o pulsar de nosso peito em sintonia perfeita, existe esse laço invisível que nos uniu e existe o amor. O amor que flutua do seu ser ao meu e vice-versa. O amor que se funde aos sentimentos mais sutis bombeados por nossos corações apaixonados. O amor que alimenta nossa alma e afaga nossa essência.
O meu amor me olha nos olhos e é a fonte de minha eterna inspiração. O amor que traz consigo a saudade de quando não está perto, que anda de mãos dadas com os risos que fluem mais em sua presença... o amor que traz a paz de tê-la e de pertencê-la.
O parque ao redor se torna o palco de nosso momento flagrado pelo tempo que percorre a maratona das horas e rapidamente traz a lua para nos assistir. Um beijo ao pôr-do-sol me desperta para o seu mundo mágico e encantador. Sua voz cantando versos de felicidade aos sussurros, só para mim. Meu abraço metricamente moldado ao seu tamanho, onde ela se encaixa e se acolhe. Beijos roubados da ponta do nariz feito brincadeira de criança. Olhares cruzados feito um flerte inocente. Sensações despertadas feito um desejo quente.
A lua brilha só para nós, como se nos olhasse e irradiasse sua luz mais calorosa em nossa direção, a dança do vento nos envolve e a cor do amor nos absorve. Os beijos dela têm o sabor mais doce que eu já provei, pitadas de doses viciantes, as quais já não vivo sem.
- Sabe de uma coisa - eu disse a ela - Se eu passasse por essa vida e não te encontrasse, eu viveria pela metade.
- E se minha metade não tivesse você, passaria a eternidade a procurar - ela me disse e a vesti em meus braços, segurando seu rosto delicadamente e encaixando meus lábios aos dela.
A metade do meu ser, a base da minha vida, a dona da chave do meu coração.
Entre a distância de nossos olhos existe muito mais do que palavras soltas ao ar podem dizer, existe sentimento puro e isso ninguém descreve, ninguém rotula, apenas se vive.
E eu vivo. Vivo por ela. Vivo para ela.

Pauta para a Gincana do Dia do Escritor do OUAT - Tema: Romance / Frase: "O que existe entre a distância de nossos olhos?"

Compartilhe

Mais sobre o dono dos sorrisos

Autor de sorrisos. Sou aquele que fala sobre o que sente e o que não sente com a mesma veracidade. Há quem diga que sou feito de palavras e quem sou eu para discordar? Ao ler minhas (entre)linhas nosso laço se aperta e assim podemos ser íntimos, de alguma forma. Contatos: rodolpho.padovani@hotmail.com

25 sorrisos compartilhados:

Jaqueline Jesus disse...

ah que LINDO *----*
AMEEI :D
vc tem que ganhar, se um texto desses não ganha eu nem posso mais participar de concurso nenhum né, porque nem teria chance xD rs.
Ta lindo mesmo *o*
amei essa "- Sabe de uma coisa - eu disse a ela - Se eu passasse por essa vida e não te encontrasse, eu viveria pela metade."
vai pro tumblr HAHAHA *o*
Beijos

Tati Tosta disse...

ai ai quanto amor escorrendo desses dedos.


Incrível... Gostei muito. Jogo de palavras perfeito e cenário muuito bem montado.

Grande Beijo

Ellen Azevedo disse...

O amor ficou extremamente visível.
Isso basta.

Carolyne Mota disse...

Amor, se vive, se sente.
Descreve bens o amor.
Lindo texto.
Beijo

Jaci Macedo disse...

Incrivelmente lindo. Adoro ler textos teus desse tipo.
beijos (:

Cristiano Guerra disse...

Muito interessante, e por tratar de amor, você fez bem em abusar da função referencial. E com certeza pode ser premiado. Parabéns.

Abraço

Thiara Ribeiro disse...

"O que existe entre a distância de nossos olhos? existe esse laço invisível que nos uniu e existe o amor."

Lindo!!! *-*
Posso postar um pedacinho desse texto no meu cantinho? Colocarei seu nome e seu blog, claro!

=)

Sempre textos belissimos!

Milla disse...

Ai que lindo seu texto! Acho que sempre que amamos uma pessoa, podemos pensar que não há forma de existir sem aquela outra metade que nos completa. Não importa qual seja o tipo de amor, sendo amor ele completa..

beijos

Natália disse...

tão romantico *-* bj

*Amanda* disse...

esse ganha em primeiro!

Grafite disse...

"O amor que se funde aos sentimentos mais sutis bombeados por nossos corações apaixonados. O amor que alimenta nossa alma e afaga nossa essência."

belíssimas palavras encantadoras...

beiijo,
*.*

Mandy disse...

"Entre a distância de nossos olhos existe muito mais do que palavras soltas ao ar podem dizer, existe sentimento puro e isso ninguém descreve, ninguém rotula, apenas se vive." LINDO LINDO LINDO... *------* Sério mesmo. Eu sei muito bem como é essa distância e esse sentimento. Adorei muito Rodi. Você tambem me deixou com uma grande vontade de escrever sobre o amor, quer dizer, sobre o MEU grande amor.. :)
Beijoos e amanhã eu volto pra ler os outro.
Mandy

A! disse...

Estamos concorrendo! :O Estou com medo, seu texto tá tudo, tudo, tudo.

Boa sorte pra nós (yn)
http://chutenacanelaxx.blogspot.com

Letícia ♥' disse...

Ahhh o AMOR!!!
Simplesmente lindo lindo lindo!

Como é bom viver por alguém, e pra alguém!

(:

lilian disse...

Meu Deus que lindoooo...

Que Deus te preserve artisticamente e pessoalmente...

Tudo esse texto vou copiar uma frse no meu orkut, mas com seus direitos autorais tá...

Sdds

Bjooo

Stella Rodrigues disse...

O meu amor me olha nos olhos e é a fonte de minha eterna inspiração. *------* que lindo, cada letra um pedacinho da alma. Perfeito :*

Déborah Simões disse...

Lindo, Rodolpho.. Tu tem um talento natural para escrever.. Além de muita sensibilidade...
BJok..

Rebeca Amaral disse...

ai, ai. eu posso desmaiar, agora?
lindo demais esse texto.
é o tipo de prosa que se confunde com poesia. ou melhor que exala poesia.
mais uma vez, LINDO!

bjs

@philipsouza disse...

Vc montou um cenario que levou a nos leitores ver como um livro. Essa mistura deixa o texto mais prazeiroso de ler e reler...

muito bom mesmo..alias relendo tudo aqui parabens mesmo o modo que vc exercita o vocabulario...seguindo aqui...

abraços

Carla Rosenvelt disse...

"a paz de tê-la e de pertencê-la."
conheço bem isso. Bom demais ter alguém para chamar de seu. Alguém a quem você pode considerar metade (apesar d'eu achar particularmente que ninguém é parte de outro, só acréscimo.) e pode fazer poesia, texto, meio livro, meio fragmento solto a respeito. Lindo que é o amor, brega que é apaixonar-se. Suave.

Sara Carneiro disse...

É por isso que eu amo o teu blog. Rô, por mim cê sempre ganharia o primeiro lugar! O texto tá incrivel. Delicado e profundo na medida certa. Mais uma vez, você me emocionou. Parabéns. Beijos *-* Meu escritor preferido, <3

Doce Nostalgia disse...

"O meu amor me olha nos olhos e é a fonte de minha eterna inspiração."

Nooossa!
De onde tu tira toda essa paixão? O.o

LINDOOO claro!!!!!
sempre, sempre!

Luara Q. disse...

escreve super bem!

Mandy disse...

Owwwwn que lindo Rodi *-----* Ameeeei demais. Como sempre né. Nem tenho mais palavras pra usar, sempre uso as mesmas. Parece até que meu pequeno vocabulário fica menos ainda quando leio alguma coisa por aqui. Enfim, quero que saiba o quanto eu adorei esse texto viu. Mesmo sem saber o que comentar, eu adorei mesmo. ♥
Beijão
Mandy

Deise Lima disse...

Ah garoto, vc me fez viajar, flutuar, sair da frente do meu computador e ir pra esse parque apenas admirar essa cena encantadora. Adoraria ser uma das personagens dessa história, hehe e vc ainda falou da lua,ohh minha eterna inspiração.
=*