Keblinger

Keblinger

Nº 300

| sexta-feira, 29 de julho de 2011


Como já era de se esperar quando chegasse a esse marco (?), eu faria uma postagem, hehe.
Então como o título e a imagem sugerem, essa é a postagem de número 300, é um número relativamente alto para postagens, na minha humilde opinião, é claro.
Se eu imaginava que fosse chegar até aqui quando criei o blog? Sinceramente, não. Mas foi e está sendo uma experiência maravilhosa compartilhar esse cantinho com as pessoas que passam e já passaram por aqui, principalmente porque grande parte da minha motivação são os leitores, que interagem comigo e expressam suas opiniões.
Eu sei que ultimamente tenho estado afastado daqui e dos demais blogs, e isso é realmente contra minha vontade. Confesso que já cogitei em parar com o blog temporariamente, mas acho que isso não me faria bem, por isso vou mantê-lo ativo, embora com um número escasso de postagens, espero a compreensão de todos.
Ter chegado até aqui é prova de uma dedicação que não quero deixar para trás. Eu amadureci bastante nesse espaço e me expus de uma maneira que jamais imaginei que eu seria capaz, a transição de escritor de gaveta para um blogueiro que é lido foi surpreendente e isso me ensinou várias coisas. Aprendi a aceitar melhor as críticas e lidar com pensamentos diferentes, conheci outros mundos e outras palavras que se tornaram refúgios e pude ver que não sou um louco sozinho, tem um bando de loucos por aí que pensam como eu, haha.
Enfim, tenho que agradecer aos meus seguidores e leitores e amigos e parceiros e todos que me ajudaram a fazer do sorriso uma arte que encanta primeiramente ao seu criador.
Um abraço bem apertado a você que tirou um tempinho  para me ler e saiba que você é importante para mim.
Até a próxima, seus sorridentes!

7 sorrisos compartilhados:

{ Bell Souza } at: 29 de julho de 2011 11:16 disse...

Eu cheguei aqui de mansinho quase dois anos atrás e hoje faço parte desse universo que são os teus sorrisos. Eu me sinto privilegiada por ter achado nesse mundo.com um outro lugar para chamar de casa.
300 é um número maravilhoso e eu nos meus 260 me sinto assim, expondo cada vez o que tenho dentro de mim, crescendo com os comentários, quando forma com as críticas.
Meus mais sinceros parabéns por esse número que só tende a crescer!

{ Mahh Ruiz } at: 30 de julho de 2011 20:04 disse...

Ainda bem que você não vai parar, adoro ler o blog quando posso! rsrsrs.... beijos e parabéns!

{ Deise Lima } at: 30 de julho de 2011 22:09 disse...

Assim como a Bell Souza, já passeio por aqui a quase dois anos, pois meu blog vai fazer dois anos e foi no início dele que vc apareceu lá me surpreendendo e me fez conhecer esse seu mundo aqui, que me encanta e me faz sorrir desde o primeiro dia que li. 3 é o meu numero, costumo dizer,e você meu caro... 300 posts?! que numero lindo, Rodolpho! Desejo que ele cresça cada vez mais!
Preciso te contar um segredo... Você com seu blog, mesmo estando aí tão longe, foi a pessoa que mais me incentivou a continuar escrevendo,( mesmo sem saber, hihi) você é o meu blogueiro favorito!
Parabéns,parabéns, parabéns Rody, continue nos sorrindo lindas palavras!
=*

{ A Escafandrista } at: 31 de julho de 2011 22:49 disse...

Um sorriso e um abraço bem apertado para ti tbm, meu querido. Ler-te é sempre uma alegria!

{ Rebeca Amaral } at: 31 de julho de 2011 22:54 disse...

Parabéns Rodi! Eu tenho saudade de quando eu vinha mais por aqui, de quando eu tinha tempo pro mundo blogueiro. Era tão bom... Contava os dias pra postar e ler o que os outros escreviam. Sorte sua que você ainda consegue administra tudo isso.
Quem sabe, um dia eu volte a me dedicar.
Ah, parabéns de novo! Eu já te disse o quanto eu admiro seu dom de escrever... Sucesso sempre!

Um beijo, boa semana.

{ Tati } at: 23 de agosto de 2011 18:40 disse...

Amo os teus sorrisos Menino, sei que estou ausente, mas meus parabéns pelas conquistas - que você continue nos encantado com os teus sorrisos.

Beijos

{ Helder Nascimento } at: 22 de agosto de 2012 17:01 disse...

parabens

 

Copyright © 2010 A arte de um sorriso