Keblinger

Keblinger

Crise natalina - Parte 3

| sexta-feira, 17 de dezembro de 2010
Hora do conto - Para entender, leia a Parte 1 e Parte 2

Noel terminou de ler a carta e deu razão ao duende que a enviou, era realmente interessante e despertou nele uma curiosidade pelo garoto que a mandara. Enviou um e-mail para todos os funcionários com os PDA's que estavam na cidade onde o garoto residia e pediu que quem tivesse o nome dele na lista que entrasse em contato o quanto antes.
Mesmo com o casaco grosso, o frio lá fora era intenso e ele não podia se dar ao luxo de contrair um resfriado justo no período natalício. Saudou as renas no caminho da porta de entrada. Entrou na casa e acendeu a lareira e pôs a esperar pela resposta ao seu e-mail.

O duende leu duas vezes o nome do garoto na lista do seu PDA e releu a descrição que ele mesmo havia feito sobre o garoto e mesmo depois de ter avaliado centenas de outras crianças, se lembrava muito bem de quem era.
Nicolas - Exemplo de criança prestativa e atenciosa. Passou os últimos meses entre a escola e o hospital, onde a mãe se encontra internada devido a um câncer em estado terminal.
Classificação comportamental - 5 estrelas.
Ele copiou a informação e enviou a Noel.

Uma nevasca estava começando quando a mensagem chegou. O bom velhinho leu e entendeu o que o garoto queria. Rapidamente ele se ajeitou para sair e ao abrir a porta deu de cara com uma densa cortina de neve, foi até o trenó que estava grudado ao gelo do chão, bem com os cascos das renas. Os huskies que o haviam levado até lá havia desaparecido e ele percebeu que não teria como sair dali a não ser caminhando.
Voltou para a casa, calçou botas para andar na neve e óculos de proteção contra o vento frio e seguiu contra o vento. A caminhada era difícil, depois de algum tempo o iPhone ficou sem sinal e a nevasca parecia aumentar.
Logo a frente avistou um pontinho se mexendo e gritou por ajuda. O que quer que fosse aquilo que estava lá longe veio correndo em sua direção.

EM BREVE - PARTE 4 (FINAL)

7 sorrisos compartilhados:

{ Luana Santana } at: 17 de dezembro de 2010 10:41 disse...

Oi
Eu não li todas as partes mas irei ler
essa ficou muito interessante, tanto que irei ler as outras.

Olha tem presente pra você lá meu blog.

Bjs

{ Grafite } at: 17 de dezembro de 2010 14:51 disse...

seus contos sempre de tirar o fôlego...parabéns!!!

beijo,
*.*

{ Thiara Ribeiro } at: 17 de dezembro de 2010 14:54 disse...

Será que era a rena desaparecida? :)

{ Agência PSD Designer Ltda. } at: 17 de dezembro de 2010 15:17 disse...

LEGAL TEU BLOG... TO SEGUINDO.. SEGUE-ME

LUCRE COM SEU BLOG:
www.psdesigner.com.br/entretenimentos

Seu blog é divulgado aqui após cadastrar-se

SIGA-NOS:
www.psddesigner.blogspot.com

OBRIGADO!
Marcos Roberto

{ Jéssica Trabuco } at: 17 de dezembro de 2010 19:41 disse...

Nunca imaginei o bom velhinho nessa situação!
rss

{ . ThammyK. } at: 17 de dezembro de 2010 20:04 disse...

Queridooo, tem selinho para você no blog.
Beijo!

{ Tati } at: 2 de janeiro de 2011 13:18 disse...

Ai meu Deus que agonia..
Quero mais, deixa eu correr pra ler o ultimo.

 

Copyright © 2010 A arte de um sorriso