Keblinger

Keblinger

Uma canção para você

| quinta-feira, 8 de julho de 2010
♫ (...) And I promise you kid that I'll give
So much more than I get
I just haven't met you yet... ♫
Haven't met you yet - Michael Bublé

Escrevi uma canção para você, uma canção que enaltece todas as suas qualidades. Escrevi para ti a canção mais bonita, o poema mais suave e o ode mais puro de todos. Usei de palavras tenras para acariciar seus ouvidos e acalentar seu coração. Brinquei com as notas, sussurrei acordes líricos que flutuaram e se esconderam nas entrelinhas, segui o compasso, fiz arranjos para te fazer sorrir, inventei ritmos.
Ensaiei a harmonia dos sons para que tudo ficasse perfeito para ti, escalei uma orquestra magnífica para tocar a mais bela serenata a você.

A cada vez que fecho os olhos eu te vejo, seu perfume vem até mim, sua voz e seu riso singelo se fazem presentes e me abraçam como o vento ao redor. Eu vejo a cena diante de mim, como um filme sem roteiro, feito apenas de improvisos e palavras mudas. Sinto seu toque em minha mão e quando abro os olhos a realidade volta a mim. O nada me cumprimenta e o gosto doce do devaneio se torna amargo.

A canção solitária no papel se entristece por não ser cantada, as notas perdem o tom e a melodia se ensurdece. O timbre procura a intensidade que se vai junto com a esperança. A partitura me questiona quando o ensaio termina e a quando a sinfonia verdadeira começa... mas eu não tenho resposta, minha voz se perde num falsete desafinado e se cala de vez. Quando a canção sairá do papel? Anseio por essa resposta também.

E mais uma vez mergulho em pensamentos sobre você, me deleito nos breves momentos de calmaria que eles me trazem enquanto te sinto comigo. E é nesse mundo onírico que eu canto para ti a canção que compus... declamo os versos, encontro as vozes perdidas e volto ao que é real antes do fim da canção...

Escrevi uma canção para você, mas você é apenas fruto da minha imaginação. Ainda não te encontrei. Ainda não sei teu nome, não conheço teu rosto, não sei o gosto do teu beijo... minha canção apenas espera, os versos mudos aguardam sua chegada.
Meu coração bate no ritmo do dó-ré-mi que ensaiei para ti... mas minha canção só se fará completa quando me trouxeres o fá-sol-lá-si.

Pessoal, esse texto foi escrito por engano, rs. Mas eu gostei e decidi postar.

25 sorrisos compartilhados:

{ Tati } at: 8 de julho de 2010 23:36 disse...

Por engano... rsrsr


Ficou incrívelmente bom, gostei muito... Em alguns trechos, meus olhos se inundaram d'água, achei-o leve e de uma intensidae imensa... Jogo de palavras muito bem formado.. E as emoções, nem acho palavras pra descreve-las


Amei o seu engano

Beijos

{ *Amanda* } at: 9 de julho de 2010 00:36 disse...

Realmente... se esse foi por engano... não há o que comentar!!!!!

Ameii Rodiii!!!... só pra variar! rsrsrsrsrs

bjs*

{ Thiara Ribeiro } at: 9 de julho de 2010 00:39 disse...

A cada vez que fecho os olhos eu te vejo, seu perfume vem até mim, sua voz e seu riso singelo se fazem presentes e me abraçam como o vento ao redor.

Meu momento!

Belo engano! ;)

bjos!

{ Flávia } at: 9 de julho de 2010 00:53 disse...

Engano? Como vc tem a pachorra de chamar isso de 'engano'... Rs! É uma chuva de emoções transformada em palavras! :)
Muuito lindinho tudo isso!

Me emociono em todos os românticos... Vc sabe!

E tbm sabe q agora VC tem o 'fá-sol-lá-si' ... E temos a nossa canção além tudo! ;)

Adorei, Beeijos!

{ - maria elis } at: 9 de julho de 2010 09:43 disse...

porque a melhor canção não é aquela que toca na rádio e sim aquela que o coração canta ;)

beijas :*

{ Natália } at: 9 de julho de 2010 12:35 disse...

Como assim escrito por engano? Ah se todos meus textos que escrevo por engano saissem com essa qualidade eu ia ficar mto feliz. Bj

{ Estefani } at: 9 de julho de 2010 14:11 disse...

Oi fofo, estou um pouco sumida por conta da correria no trabalho. Logo voltarei com calma para ler seus textos viu? Adoro.

Beijos e tenha um ótimo dia! ;*

{ Jaqueline Jesus } at: 9 de julho de 2010 14:52 disse...

até escrevendo por engano vc se sai super bem, rs. Inquestionável que vc tem o dom da escrita *-*
Adoreeei o texto!!
Principalmente a última frase. Lindo lindo :)

{ Letícia ♥' } at: 9 de julho de 2010 20:02 disse...

Liiiiiindo!
adorei!
pode até ter sido por engano,
mas ficou ótimo!

beeijO
tdo de bom pra ti!
(:

{ Milla } at: 9 de julho de 2010 20:40 disse...

Como é que uma pessoa escreve um texto por engano? hahahahaha..
Gostei do texto e com certeza a sua canção ficará completa assim que ela chegar :)

beijos

{ Lury Sampaio } at: 9 de julho de 2010 21:58 disse...

Queria entender como foi por engano .-. hehehe
Sempre é bom ter uma canção só esperando alguém que lhe faça cantá-la, lindo como sempre!
beijos.

{ Sara F. ♣ } at: 9 de julho de 2010 22:13 disse...

''A cada vez que fecho os olhos eu te vejo, seu perfume vem até mim, sua voz e seu riso singelo se fazem presentes e me abraçam como o vento ao redor.'' - gostaria de escrever por engano algo assim também. Gosto muito da maneira como tu escreve, gosto do modo como tu expõe o que pensa. Na verdade gostaria de vir mais aqui, mas me falta tempo até pra ver meu próprio blog. Vou me esforçar pra comentar mais vezes, acho que você merece, e devo isso à você já que sempre que podes, tu lê e comenta no meu azul. Parabéns Rô *--* Beijo no ombro ( como diz a Rute )

{ Marcia Fabiana } at: 9 de julho de 2010 23:21 disse...

Sem mais de longas

Adorei seu 'por engano'
rs

Não me canso de vim aqui =)

PS:Obrigado por visitar meu cantinho secreto

{ Italo Stauffenberg } at: 9 de julho de 2010 23:57 disse...

Se toda vez que uma pessoa escrevesse por engano saísse isso aí, o mundo seria de uma conotação melhor!

Parabéns cara!

É bom achar blogueiros criativos e que escrevem bem nesse mundo (blog) onde as mulheres 'ainda' dominam.

Parabéns mesmo.

Seguindo aqui.

http://manuscritoperdido.blogspot.com

{ Cris Souza } at: 10 de julho de 2010 00:12 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
{ Cris Souza } at: 10 de julho de 2010 00:14 disse...

Eu fiquei até encabulada com o seu comentário.. de verdade. 1º por você escrever tão bem e 2º por uma história que me veio do nada num dia comum prender a sua curiosidade. A Tati.. bem, a Tati tem se tornado uma amiga e nada mais que justo trazê-la para compartilhar um pouco do meu mundo. Espelho D'Água é um texto que fala sobre quem sou, e sobre quem somos. Sobre o que buscamos dentro de nós e qual o verdadeiro significado da "essência". Espero que aprecie os próximos capítulos e acredito que vá demorar uns dias para ficar pronto pq eu ainda preciso fazer o esboço e mandar para a Tati editar, revisar e refazer como as melhores partes/cenas e é claro: acrescentando a forma única e peculiar que ela tem. Obrigada, volte sempre e sinta-se à vontade para deixar sua marca.

{ Metamorfoses } at: 10 de julho de 2010 01:14 disse...

Gostei muito!Tenho andado meio sem tempo, por causa do trabalho, mas hoje finalmente consegui ler os posts mais antigos...poxa pq está sempre ocupado no msn??
bjs!

{ Rebeca Amaral } at: 10 de julho de 2010 11:03 disse...

ah, que doce... cheio de ternura.
como pode ser por engano?
esse texto é a própria canção. as palavras soam como notas suaves e belas.

amei!

beijo!

{ Amanda Vieira, } at: 10 de julho de 2010 11:51 disse...

Lindo demais.
Você tem um enorme talento,
consegui fazer de palavras, um conjunto emocionante e envolvente, adorei!
Parabéns.

{ ..::*::.. Palavra de Guria ..::*::.. } at: 10 de julho de 2010 16:47 disse...

Muito lindo *-*

{ Gessy } at: 10 de julho de 2010 23:33 disse...

Engano? O.O
Aah, belo texto *-*

Beijos.

{ Grafite } at: 11 de julho de 2010 11:08 disse...

texto maravilhoso!
"Usei de palavras tenras para acariciar seus ouvidos e acalentar seu coração."
ameiii *O*

beiijo,
*.*

{ Clara } at: 11 de julho de 2010 12:59 disse...

Escrever canções é uma prova de amor muiro romântica e rara :)

{ Nathalie } at: 11 de julho de 2010 13:12 disse...

Lindo... como sempre. :)

Tem selinho para vc no meu blog!

{ Julia Françozo } at: 11 de julho de 2010 13:55 disse...

Que lindo,Rodolpho. Não tenho mais vontade de escrever quando leio os seus textos ): Beijinhos.

 

Copyright © 2010 A arte de um sorriso