Keblinger

Keblinger

Escada

| sábado, 17 de julho de 2010
Há quem diga que a felicidade está no último degrau, só não contam se existe mesmo uma escada. Mesmo assim, eu me arrisco a seguir, sem saber se ela existe, se no fim dela poderá ou não ter algo a minha espera.


Vou deixando medos para trás, mesmo pensando, se existe mesmo uma escada.
Se hei no início ou fim achar, só me resta imaginar

i
..ma
........gi
...........nar

.

E pelas ruas, vão e vem, escada acima e abaixo
Pessoas descendo desesperadas, outras subindo com tanta ânsia, que parecem fugir de algo


E eu, fico aqui pensando;


Quanta pressa devo ter, a qual passo devo andar, seus degraus ainda ocultos, que surpresa deve haver e um deslize cometido, quanto tempo ainda vou ter?

.

Fecho os olhos, trago o tempo... Se estiver no último degrau ela será minha
Eu vou seguir em frente, mesmo sem saber se é verdade


Mesmo que eu perceba que esse último degrau é voltar donde nascemos ou apenas perceber, que fora uma ilusão,
Que para encontrar a felicidade cabe a nós simplesmente, prestar atenção


Encontrá-la ou não


Porque talvez, possa ser,
Que os degraus sejam você;

Seus medos vencidos, seus sonhos alcançados, sua perseverança te ensinando a esperar, suas escolhas desenhando quem é você, seus momentos te fazendo algum bem, algumas partes de você, sendo pisadas por outra mais forte

Poderá subir a escada e pisar em teus medos, ou poderá encontrar a felicidade de outro jeito, iludindo sua alma, enquanto você desce/corre ao encontro de mais um momento de desvairo/ essa alegria passageira...

Tão falsa... Tão ruim e tão pequena

Porém esse sonho (in)alcançável, pode estar ainda lá em cima
ou n'uma escada que jamais existiu.

Texto feito em parceria com a Tati do [Re]construções

11 sorrisos compartilhados:

{ Flávia } at: 17 de julho de 2010 00:56 disse...

Adoreeeii a parceriia! hahaha... =P
Gostei do tema do texto, das palavras... Enfim, tudo!!!

Parabéns gente! :)

Beeijão!

{ daniella } at: 17 de julho de 2010 13:43 disse...

E se tudo for mesmo uma questão de tentar chegar ao ultimo degrau? de ir conhecendo e entendendo cada degrau da escada ? haha =)
gostei demais, foi bem criativo, bem profundo também !

{ Lu.S } at: 17 de julho de 2010 14:20 disse...

Oii

Ah eu sou daquela pessoa que acredita que a felicidade vem de dentro.
e não de fora.


bjs

{ Tati } at: 17 de julho de 2010 15:40 disse...

Haha... Que legal você postou... rsrs

'Eu sou daquelas que acredita que a felicidade vem de dentro e não de fora'

Quem foi que disse que a escada é obrigatoriamente um objeto exterior[?]


Fiquei feliz com os comentários...
Precisamos fazer mais juntos Coruja... Eu gosto de rabiscar com você.

Beijos

{ Déborah Simões } at: 17 de julho de 2010 17:26 disse...

"Porque talvez, possa ser,
Que os degraus sejam você"

adorei esse texto...muito lindo..
bjok

{ Thiara Ribeiro } at: 17 de julho de 2010 17:33 disse...

Ando subindo e descendo escadas todo o tempo...

{ Sara F. ♣ } at: 17 de julho de 2010 20:27 disse...

Não preciso nem dizer que sou tua fã, né? -rs A parceria ficou incrível. Teu blog tá melhor a cada dia, Rô *------* Parabéns, beijo no ombro. (como diz a Rute) :D

{ Lara S. } at: 17 de julho de 2010 23:02 disse...

talvez,porque ao invés de esperar encontrar a tal escada,não construímos uma?
lindo texto,adorei as metáforas!
;*

{ Doce Nostalgia } at: 18 de julho de 2010 12:13 disse...

QUE chique parceria! rs
deu super certo!

Lindoooo!

MIL beijos!

{ Jaci Macedo } at: 18 de julho de 2010 15:38 disse...

Adorei.
Talvez a felicidade seja para aqueles que se arriscam a subir uma escada que talvez nem exista...
beijos (:

{ Mandy } at: 20 de julho de 2010 18:16 disse...

Escadas sempre existem por ai, mas nem todos tem a oportunidade de encontra-las. :D Adooorei. *-*
Beijoos e feliz dia do amigo, Rodi.
Mandy

 

Copyright © 2010 A arte de um sorriso