Keblinger

Keblinger

Doses de vida

| quinta-feira, 24 de junho de 2010
Existem certos momentos em que palavras são meras representantes para se dizer o que foi vivido. São momentos que poderiam ser descritos de diversas maneiras, mas que se resumem a algo indescrítivel. Por mais caracteres que sejam usados, nunca serão o suficiente para transmitir a verdadeira emoção. São momentos em que o coração parece parar de bater e ao mesmo tempo disparar, momentos de perda da fala e respiração, onde tudo se é dito no reflexo de um olhar ou na suavidade de um toque. Momentos especiais de tal maneira que o tempo deveria ter a decência de parar e assistir de camarote. São minutos preciosos, horas incomparáveis e dias mágicos que se prendem ao fio da lembrança, nítidos como o agora que virou passado... onde ao se fechar os olhos tudo volta a existir, os cheiros exalam, as carícias são sentidas, os risos e sussurros atirados ao ar nos retornam aos ouvidos e nesse pensamento real e imaginário a hora não passa, o tempo se tranca em si mesmo deixando fluir o prazer do momento.
Existem pessoas que são incomparavelmente especiais. Existe aquela pessoa pela qual você respira vida. Aquela pessoa que habita seu inconsciente, que passeia pelo jardim de sua memória e colhe flores de lembranças. Aquela pessoa que só por existir tornou seu mundo mais vivo e cheio de cor. Aquela pessoa que sempre sabe o que falar e quando falar para lhe arrancar os sorrisos mais singelos e sutis que possam existir. Aquela pessoa que te move adiante e que te alimenta com sua presença. Aquela pessoa cuja ausência nutre uma abstinência aterradora que serve de solo fértil para a saudade nascer e envolver suas raízes sufocantes em nosso peito. Existe aquela pessoa que é única e simplesmente aquilo que você precisa. Na medida ideial, sem meios termos.
Existem coisas que o tempo não apaga, que nem o mais forte dos ventos leva embora. São coisas do coração, que são cultivadas ali e sem elas o mundo e os dias se tornam mais vazios. A felicidade reside naqueles que sabem enxergar esses momentos, que sabem reconhecer essa pessoa singular e que sabe valorizar as coisas mais simples que brotam no peito.
Para cada um isso pode ter um nome, chame de amor se o simples relance de uma pessoa lhe dá frio na barriga. Chame de paixão se você sente aquele desejo intenso e ardente. Chame de alegria se cada riso e momento são inesquecíveis. Chame de prazer se cada toque desperta sensações desconhecidas. Chame de felicidade se sente o brilho no olhar. Chame de meu e acrescente uma dose de cada item que julgar importante e a esse mistura, chame de vida. As doses são à gosto, algumas se misturam com facilidade, outras não. Mas cada novo elemento adicionado cria uma nova receita que deve ser vivida.

_______________________________

30days completo - clique aqui para conferir

24 sorrisos compartilhados:

{ Tati } at: 24 de junho de 2010 00:53 disse...

Como já sabe Moço, chorei litros quando me mandou o escrito essa semana.

Suas palavras foram tão intensas que tocaram fundo no meu coração sem jeito e eu sem saber como conter as sensações, chorei.


Está bem eu sei, eu sei... Sou sentimentalzinha demais... mas está intenso demais, produfundo demais, verdadeiro ao extremo e não pude conter as emoções.


Sempre me toca de um jeito que não sei explicar, quando venho aqui, muitas das vezes, fico sem saber o que dizer.

Obrigada Moço, por ser tão bom Poeta.

Grande Beijo

{ Natália } at: 24 de junho de 2010 01:41 disse...

Tuas palavras tocaram na minha alma.
Aproveitar as coisas mais simples é o que há nessa vida. Bj

{ Cris Souza } at: 24 de junho de 2010 03:09 disse...

"Aquela pessoa cuja ausência nutre uma abstinência aterradora que serve de solo fértil para a saudade nascer e envolver suas raízes sufocantes em nosso peito." Eu sei exatamente o que é isso! O que é ter alguém assim.
Boas palavras como estas precisam ser guardadas com carinho para que nos momentos em que se perde os pés que oras estavam em lugar segura, se tenha um apoio tão sólido quanto o outrora.

{ Jorge Lima } at: 24 de junho de 2010 10:13 disse...

OMG!
Você descreveu tudo o que penso em relação a vida. E nas ultimas linha do ultimo parágrafo, literalmente você descreveu o que sinto.
Você Disse: "Chame de prazer se cada toque desperta sensações desconhecidas.

{ Thizi } at: 24 de junho de 2010 12:38 disse...

palvras nunca podem completar o que o coração quer dizer

{ Metamorfoses } at: 24 de junho de 2010 13:37 disse...

De olhos bem fechado...Apenas sinta!!
Lindo, moço!

{ jackandradeh } at: 24 de junho de 2010 13:46 disse...

Beloo texto..;)

{ Felipe } at: 24 de junho de 2010 15:18 disse...

De quantas doses diferentes precisamos para viver? Simplesmente tocantes as suas palavras. Nós precisamos viver e PRINCIPALMENTE SENTIR. É isso que nos fazer viver em busca de algo.
Parabéns pelo texto.

Abraços.

{ ana } at: 24 de junho de 2010 15:40 disse...

nossa, texto muito bonito, parabéns! (:
estou seguindo seu blog. beijos :*
e obrigada por esperar que eu encontre o "meu cara"

{ Amanda Lisbôa } at: 24 de junho de 2010 18:00 disse...

hummm... o sr chama todas as qualidadess e os nomes possíveis... de jabuti! rsrsrsrsrsrsrs...

mtooooo bomm!!!!
+ um pra lista de melhores!!!!!

{ Nini C . } at: 24 de junho de 2010 18:56 disse...

bom pra começar preciso dizer que adoro tudo o que tu escreves e que esse é o melhor blog que eu conheço, cada palavra tua me esclarece alguma coisa, como sempre adorei o texto, tenha uma otima quinta, bejuss...

{ Rebeca Rocha } at: 24 de junho de 2010 19:33 disse...

Suas palavras são encantadoras. *-*'

{ Grafite } at: 24 de junho de 2010 20:02 disse...

Mais um dos seus textos perfeitos!
"Existem coisas que o tempo não apaga, que nem o mais forte dos ventos leva embora."
amei *O*

beiijo,
*.*

{ maiara diniz. } at: 24 de junho de 2010 22:49 disse...

Concordo em tudo Rodolpho.
Existem momentos indescritíveis mesmo, que nem as mais bonitas palavras são capazes de traduzirr! Beijos

{ Flávia } at: 24 de junho de 2010 22:53 disse...

Esse chocou hein!?

Tirou de mim lágrimas e sorrisos. Seus textos encantam, mas esse... Ah, esse tocou no fundo.
Muuito lindo. Cada descrição, PERFEITA!

Muita coisa acontece qndo leio seu blog. Tem uns textos que habitam minha memória por mto tempo, assim como alguns antigos até hoje.

Vc consegue alegrar meu dia, ou qualquer momento que não esteja bom.
Aqui me sinto próxima de ti de alguma maneira! ;)
E entre taantas qualidades, mais uma... Escrever divinamente!

Vou parar pq não vou conseguir expressar seu talento com palavras. Então, faz esse favor pra gente e continua por aquii escrevendo! :D

Beeijos! S2

obs: Por todas as sensações, por tudo que anda me acontecendo, pra tanta felicidade... Chamo de VOCÊ! ;)

{ Milla } at: 24 de junho de 2010 23:29 disse...

Amei! Belo texto, disse tudo que as pessoas deveriam saber já faz tempo..

beijos

{ Thiara Ribeiro } at: 25 de junho de 2010 00:01 disse...

Existem pessoas que são incomparavelmente especiais.

todo mundo merece uma pessoa assim...

sempre perfeito aqui! ;*

{ - maria elis } at: 25 de junho de 2010 00:26 disse...

quando rola um pronome possessivo tudo fica mais intenso ;)

beijas, moço :*

{ Vanessa Monique } at: 25 de junho de 2010 01:22 disse...

Que saudade de vim aki ler algo de bom.
Desculpa a correria,são os estudos :D
nem me fale de o tempo apagar coisas, tem coisas q realmente não apagam, vivem dentro de nós como se tivessemos acabado de passar por elas.
:*

{ Jorge Lima } at: 25 de junho de 2010 09:51 disse...

Vc tem um selo no meu BLOG:
http://ashygior.blogspot.com/

{ Stella Rodrigues } at: 25 de junho de 2010 10:13 disse...

Há aquelas que te fazem sorrir com o que escreve, que é seu amigo, mesmo sem vocês nunca terem se falado, você ^^.

há aqueles que conversam com o olhar é o que eu mais prezo *-* os amigos que a gente tem sob medida, PERFEITO

{ Gabriela F. } at: 25 de junho de 2010 19:52 disse...

"Momentos especiais de tal maneira que o tempo deveria ter a decência de parar e assistir de camarote"
Mais uma vez tu me emocionou!
Beijos

{ Rafael } at: 8 de julho de 2010 23:16 disse...

Adorei.. coisas assim, boas, merecem estímulos..
pois são elas q nos estimulam a viver..entusiasmadamente..
Rafael Duarte
abraço

Anônimo at: 4 de agosto de 2010 13:41 disse...

Nossa ..preciso comentar ..simplesmente lindo !!

 

Copyright © 2010 A arte de um sorriso