Keblinger

Keblinger

Ser ou não ser?

| segunda-feira, 10 de maio de 2010
"Pouca sinceridade é uma coisa perigosa, e muita sinceridade é absolutamente fatal."
(Oscar Wilde)

Então até que ponto devemos ser sinceros? Como tudo, a sinceridade, deve ser usada na media certa, se for pouco faz falta e em excesso prejudica. Devemos sim, ser sinceros, mas isso não quer dizer que sempre devemos falar aquilo que pensamos, tem tantas coisas que saem de nossas bocas sem razão e depois nos pegamos dizendo "eu não precisava ter dito aquilo", pois é, às vezes o silêncio é a melhor opção e fala mais do que parece.
A sinceridade deve aparecer em momentos cruciais, em conversas sérias, em conselhos, quando alguém nos pede uma opinião, pode ser que algumas tenham medo de ouvir a verdade e se magoar, mas a verdade é sempre melhor do que uma mentira que só vai fazer bem momentaneamente. Mas além de saber quando falar, devemos saber como nos expressar, tem uma frase que diz assim "A honestidade, sem as regras do decoro, transforma-se em grosseria", e isso é verdade pois a maneira com que colocamos certas coisas pode se tornar rude se não for bem pensada antes de falada.
A conclusão disso tudo, a sinceridade, verdade, honestidade são, indubitavelmente, melhores do que mentiras e falsidades.
Eu prefiro me machucar com uma verdade do que ser iludido por uma mentira que me trará muito mais sofrimento futuramente. Bem, mas esse é apenas meu modo de pensar. Confesso que também peco por excesso às vezes e que também não me atento ao fator "decoro" o que me torna grosseiro diante de algumas pessoas mais sensíveis, que essa maneira minha não seja confundida com insensibilidade, pois eu apenas preciso aprender a selecionar as palavras antes de pronunciá-las e fazer isso de uma forma mais sutil. Enfim, até hoje não me arrependi de ter sido sincero, pois apesar de tudo isso só traz coisas boas e mostra às pessoas que eu sou verdadeiro. Afinal, há também algumas verdades que digo brincando, mas que não deixam de ser verdade.
Se eu puder ser mais ousado, vou dar uma dica (sincera, rsrs), eu diria para arriscarem mais na sinceridade (não esquecendo-se de se apegar ao decoro). O mundo de hoje em dia está tão mergulhado na mentira e enganação que ser honesto já basta para se sobressair na multidão.

Galera, caso tenham sentindo minha ausência, fiquei sumido por esses dias devido a um problema em meu computador (odeio quando isso acontece), mas estou de volta, tem post novo e em breve visitarei vocês. Obrigado a todos que passaram por aqui e um caloroso bem-vindo aos novos seguidores. Grande abraço =)

13 sorrisos compartilhados:

{ ..::*::.. Palavra de Guria ..::*::.. } at: 10 de maio de 2010 23:46 disse...

é por isso que eu digo antes uma verdade amarga do que uma mentira doce.
Beijos

{ Amanda Lisbôa } at: 10 de maio de 2010 23:55 disse...

Como diz minha mãe.... 'Quem quer agradar à todos... não agrada ninguém'...
Nada melhor que a verdade para se ser quem relamente se é! rsrsrsrsrsrsrsrs... filosofei! rsrsrsrs...

bjs*

{ Flávia } at: 11 de maio de 2010 00:05 disse...

Ah, eu concordoo!
Eu sou sincera e sei usar as palavras corretas pra não magoar ninguém... E também sei pensar antes de dize-las! ;)
Porque como uma pessoa sensível q sou, tenho medo da força que uma palavra tem sobre uma pessoa!!! =P
A sinceridade, deve estar presente na nossa vida sempre, em todo tipo de circunstância.
E sinceramente (haha) não perdi nada com isso até hoje... Nesses meus 20 anos de vida, sempre fui o mais sincera possível, em todos os aspectos!
E que bom, adoro ser assim!!!

Obs: sentimos sua faaalta Rodii! *.*

ah, adoreei o post! ;)
beeijoosss

{ Metamorfoses } at: 11 de maio de 2010 00:39 disse...

Não sei mentir, decididamente não sei, mas eu gostaria de aprender pq a verdade nem sempre me faz feliz. Não é pq uso a sinceridade para magoar alguém, é q ela acaba me magoando...rs
As vezes mentir é a solução, mesmo q acabe mentindo pra si...
bjs!
Belíssimo texto!

{ m diniz. } at: 11 de maio de 2010 09:54 disse...

Adoro as frases do Oscar Wilde *--*
Sabe, concordo contigo em gênero, número e grau :D
Eu tento sempre ser sincera, mas procuro antes de tudo nunca ofender ninguém com as minhas verdades, pois posso nem sempre estar certa. Conheço algumas pessoas que chegam a ser estúpidas pela forma grosseira como muitas vezes dizem 'verdades'. Claro que deve ter uma forma menos dolorosa de ser sincero, e eu acredito que cabe a nós encontrá-la.
Quando ao café, espero você hein :D hehe

{ Tati } at: 11 de maio de 2010 12:52 disse...

Bem expressivo o texto Garoto. Gostei bastante. Muita verdade em tudo que desenhou aí. Gostei mesmo.

Grande Beijo e que bom que estás de volta.

{ Grafite } at: 11 de maio de 2010 13:58 disse...

"Eu prefiro me machucar com uma verdade do que ser iludido por uma mentira que me trará muito mais sofrimento futuramente."

sábias palavras!

beiijo
*.*

{ Gabriela F. } at: 11 de maio de 2010 15:22 disse...

Senti sua falta mesmo =/! Quem bom que está de volta.

Sem dúvidas alguma, a verdade é bem melhor que uma ilusão. E até pode doer muito na hora, mas a longo prazo iria doer beem mais! Por um bom tempo, a sinceridade foi problema para mim, mas ando tentando me controlar...
Adooorei
beijos

{ Sarah Slowaska } at: 11 de maio de 2010 15:40 disse...

Como tudo na vida, há que encontrar um meio termo. Eu me considero uma pessoa super sincera, mas não ao ponto de me fragilizar ou prejudicar com a minha ou com a sinceridade dos outros.

um beijo!

{ Milla } at: 11 de maio de 2010 15:44 disse...

Eu sempre achei que a verdade deve ser mostrada, não importando muito o quanto aquilo vá doer porque é algo real, algo que pode machucar...Ao contrário das mentiras. Mas existem pessoas que vivem de mentiras e não se importam... Eu realmente prefiro a sinceridade, mas ela deve ser usada com muita moderação e cuidado para não prejudicar ninguém.

Beijos

{ Larisse Velozo } at: 11 de maio de 2010 18:44 disse...

sempre procuro ser sincera até para um bem futuro, melhor se machucar um pouco com a verdade do que mais tarde sofrer mais ainda. Mas bem que poderia ser uma coisa reciproca, recebermos essa sinceridade de volta.

{ Estefani } at: 11 de maio de 2010 20:34 disse...

Ah Rodolfo sempre prezei a sinceridade, infelizmente já machuquei pessoas que eu não queria por causa disso. Infelizmente isso tem o lado ruim também.
Hoje me considero moderada...hehe

Beijo querido e senti sua falta sim (sendo sincera tá...hehe)! ^^

{ Jack William } at: 12 de maio de 2010 00:18 disse...

www.jack-william.blogspot.com

segue o meu blog? já estou seguindo o seu!

abraços

 

Copyright © 2010 A arte de um sorriso