Keblinger

Keblinger

People can change...

| domingo, 18 de abril de 2010
... other people's life. Seja um gesto, uma atitude, uma palavra, um olhar. As pessoas podem mudar a vida umas das outras, e mudam de maneira tão simples e profunda que mal percebem, mudam simplesmente por estarem ali na hora certa, por falarem a coisa certa, por darem atenção no momento certo. Acredito que as pessoas têm um senso de bondade dentro de si, uma fonte de solidariedade que muitas vezes é desperdiçada ou nem mesmo usada. Temos que aprender a usar nosso potencial para coisas boas, saber olhar para o próximo e não enxergar apenas mais um rosto na multidão, mas sim o rosto de alguém que tem medos, anseios, dúvidas e que precisa de ajuda. Ajuda não significa doações monetárias, significa carinho e atenção. Podemos e devemos ser altruístas na medida do possível, parar de enxergar o próprio umbigo e ficar chorando as próprias dores, tem muita gente pior, basta olharmos ao redor, sem as vendas que nós mesmos nos colocamos, sem distrações, aí veremos um mundo caótico e necessitado, onde uma mão que se estende para ajudar vale mais que qualquer quantia.
A gente talvez nem pára pra pensar em quantas pessoas passaram pela nossa vida e nos causaram mudanças, quantas delas estiveram lá quando mais precisávamos e estenderam as mãos em nossa direção, podem ter sido poucas, mas essas pessoas são grandes exemplos de que ainda temos que ter fé na humanidade, exemplos de que há pessoas dispostas a fazer o bem sem desejar algo em troca. Altruísmo é isso, fazer o bem sem pensar no ganho, isso é raro nesse mundo de hoje onde sempre a maioria pergunta "e o que eu vou ganhar com isso?"
Pessoas que nos rodeiam no dia a dia nos mudam com o tempo, nos ensinam pequenas lições diárias que só vamos enxergar e dar valor no futuro. São somas de atitudes feitas, às vezes, até de forma casual, mas que acrescentam para evoluções lentas ou rápidas.
Nós somos capazes de mudar a vida das pessoas ao nosso lado, da nossa família, de amigos ou até mesmo de estranhos, só devemos aprender a ser capazes de exigir menos em troca e saber que o pouco que fazemos pode ser muito para alguém. Não custa nada ajudar e a recompensa não tem preço, só o coração entende.

10 sorrisos compartilhados:

{ quandoeumechamarsaudade } at: 18 de abril de 2010 08:46 disse...

Muito bom seu texto ^^

Pessoas assim que entram em nossas vidas e por algum motivo se quer nos fazem muito bem eu prefiro chamá-los de Anjos.

Beijo.

Estefani

{ Raphael Trew } at: 18 de abril de 2010 16:31 disse...

Estar sensível a dor do outro nos coloca vulneráveis diante dos nossos próprios problemas, pois a o ajudar o outro poderemos criar um vinculo que poderá levar esta pessoa até nossos problemas, que muitas vezes tentamos esconder.
Temos de perder o medo de fazer diferença neste mundo que na maioria das vezes condena quem se mostra diferente.

Obrigado pelo comentário, estarei te seguindo tbm, pois creio que vou ler muita coisa boa por aqui.
ps. não li sua mente,escrevi aquilo pois creio que a maioria dos homens te dificuldade de entender seu próprios sentimentos.

até !!!

{ Milla } at: 18 de abril de 2010 20:16 disse...

Gostei do seu texto, me fez pensar muito mais no que eu andava pensando nesses últimos dias... As pessoas não conseguem se importar com os problemas alheios, porque sempre enxergam seus problemas maiores que os das demais pessoas. Talvez seja egoísmo, talvez seja egocentrismo, eu não sei...Só sei que as pessoas deveriam tentar mudar para fazer o bem, deveriam pelo menos tentar em vez de ficarem apenas assistindo.

beijos

{ Raphaela Ribeiro ATRIZ } at: 19 de abril de 2010 13:48 disse...

"A gente talvez nem pára pra pensar em quantas pessoas passaram pela nossa vida e nos causaram mudanças"

Verdade!
Adorei o texto, e o blog completo...
Obrigada pela visita inesperada...
Um beijo com gosto de poesia...

To seguindo também...
Visite-me sempre Ro.

{ Naty Araújo } at: 19 de abril de 2010 22:35 disse...

Pessoas entram em nossas vidas e nos marcam. Sabem ficar gravadas em nossos corações. Essas damos o nome de anjos.
As maravilhas que ficam em nós.

Beijos

{ jefhcardoso } at: 20 de abril de 2010 18:34 disse...

A Andança

Andando de blog em blog adentrei o “Áspera Seda”, onde o bom Michel luta contra o anonimato com sua poesia musicada. Ali vi a sua imagem e então decidi convidar. E por que não lhe convidaria a conhecer “O Sr. e o Dr.”.?
Espero que você, tendo um tempinho, o aprecie.
Um grande abraço, minha gratidão antecipado e o sincero desejo de um ótimo feriado pra você, Rodolpho.

Abraço do Jefhcardoso do http://jefhcardoso.blogspot.com que também luta.

{ Amanda Lisbôa } at: 20 de abril de 2010 19:18 disse...

Eu acredito mtooo em destino... pq como diz o texto as pessoas entram nas nossas vidas por uma razão, uma estação ou pela vida inteira... não importa em qual qualificação ou situação em que essas pessoas aparecem... mas é, para que de alguma forma, mudemos nosso modo de pensar, agir, e tomar nossas atitudes...
no fundo, no fundo... eu chamaria essas pessoas de: Anjos da Guarda... e olhaaa... como pessoas assim mudam as nossas vidass!!!

=)


*Amei o texto Rodi*

{ Ronny } at: 20 de abril de 2010 23:57 disse...

poxa gostei da maneira verdadeira que você trata as coisas, to te seguindo também.
abraços

{ Thaís. } at: 20 de abril de 2010 23:59 disse...

Mais uma vez escreveste de maneira muito agradável. Ao ler o teu texto fiquei a refletir o quanto algumas pessoas que nem tenho mais contato ou tive poucas oportunidades de vê-las mudaram de alguma minha vida por darem seu braço de apoio quando mais precisei e sem pedir nada em troca.

{ Gabriela F. } at: 21 de abril de 2010 00:01 disse...

As pessoas realmente são capazes de mudar a vida uma das outras, e muitas das vezes não se dão conta disso, e nem se preocupam com o que falam ou com suas atitudes, esquecendo-se que essas podem marcar para sempre, negativamente ou positivamente; cabe a nós tentar ir para o lado bom!

Adooorei o blog, to seguindo também
Beijos

 

Copyright © 2010 A arte de um sorriso