Keblinger

Keblinger

Apenas um poema

| segunda-feira, 29 de março de 2010
Quero escrever um poema sobre o amor,
mas o amor não se explica em palavras.

Quero escrever um poema sobre a humanidade,
mas a humanidade não merece um poema.

Quero escrever um poema sobre mim,
mas eu não sei me descrever.

Quero escrever um poema sobre você,
mas eu não saberia o que dizer.

Quero escrever um poema sobre nós,
mas talvez o nós não exista até o fim desse poema.

Quero escrever um poema sobre o passado,
mas o passado não volta mais.

Quero escrever um poema sobre o presente,
mas do presente não se escreve, se vive.

Quero escrever um poema sobre o futuro,
mas o futuro ainda não foi desvendado.

Quero escrever um poema sobre a vida,
mas a vida não se resume a descrições.

Quero escrever um poema sobre Deus,
mas Deus não cabe em um poema.

5 sorrisos compartilhados:

{ Pαμℓα Aℓvєs } at: 30 de março de 2010 00:35 disse...

No meu pequeno intendimento poemas são transbordamentos da alma... quando esta já não consegue mais se acalmar e que nascem os poemas... mesmo quando eles não fazem sentido pra nós ou pros outros, com certeza são representações seguras da nossa alma!!!

Parabéns
*-*

{ Giovanna Lundgren } at: 30 de março de 2010 12:02 disse...

Primeiro, brigada por passar la no meu blogger e fico feliz que tenha gostado.
Èr, adorei o poema e tou te seguindo.
Beijões.

{ Jacii M. } at: 30 de março de 2010 14:14 disse...

Deus realmente não cabe em um poema. Às vezes me pergunto se Deus está realmente olhando por mim, e logo após tenho a confirmação. Meu Deus nunca duvida de mim, mesmo quando faço isso com Ele. Agradeço todos os dias por Deus ter me dado tantas graças. Deus não caberia nem no maior livro do mundo.

{ Carla Rosenvelt } at: 30 de março de 2010 17:45 disse...

Eu também não sei muito me descrever. Sempre deixo escapar um pouco de mim pelas beiradas!
--
Sobre o teu comentário no meu blog:
Muito obrigada por me seguir e pelos elogios.
Volte sempre que sentir saudade.
Beijos

{ Rodolpho Padovani } at: 31 de março de 2010 00:44 disse...

Jacii M.
Concordo com td q vc disse...
e obrigado pela visita =D

Carla
A maioria das pessoas sempre se deixam escapar pelas beiradas, é normal.
Obrigado a vc tbm por retribuir a visita
Te visitarei sempre sim.
Bjs!

 

Copyright © 2010 A arte de um sorriso