Keblinger

Keblinger

Voltei,

| segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010
até quando eu não sei.
Não é sempre que tenho esses "lapsos inspiratórios" (sou um criador compulsivo de neologismos e expressões, e adoro isso), mas enquanto eles durarem estarei escrevendo, traduzindo meus pensamentos para algo visível, e acima de tudo divagando. Isso até que faz bem, é relaxante, é como esvaziar a cabeça. Realmente não sei se o que escrevo aqui interessa ou serve de alguma coisa pra alguém, o fato é que parei de me preocupar com isso, escrevo pra mim, se alguém está lendo e gostando, que bom, isso me anima... se leu e não gostou, verdade seja dita, eu não escrevi isso pra você. Divagações têm de ser curtas, por isso vou parando por aqui. Quando tiver algo pra falar eu volto. Quero me tornar mais assíduo em meu próprio blog.

1 sorrisos compartilhados:

{ Joyce Silva } at: 30 de junho de 2017 17:17 disse...

Adoro sua sinceridade "verdade seja dita, eu não escrevi para você" hahahaha

Como escritora de gaveta recentemente aberta ao público eu digo: escrever é isso mesmo, tem dias que eu estou super inspirada e não consigo escrever porque meu cérebro está a mil, tem dias que tenho vontade de escrever mas a inspiração não aparece e tem dias - como hoje - que eu percebo que não estou escrevendo tanto porque antes eu escrevia sobre o amor e hoje eu vivo ele <3

Thanks to you <3

 

Copyright © 2010 A arte de um sorriso