Keblinger

Keblinger

É contagiante...

| domingo, 7 de fevereiro de 2010
Como rir e sorrir pode ser tão bom, tão puro e tão gostoso? Pergunta retórica... Tem coisas que não se explicam, se vivem. Tenho percebido que "um sorriso é REALMENTE a distância mais curta entre duas pessoas" É tão natural, quando você vê alguém sorrindo sua boca se curva num sorriso involuntário (não forçado) e verdadeiro. E quando você vê ou ouve alguém rindo, isso também contagia de uma maneira inexplicável que sua resposta automática a isso é rir também, mesmo sem motivo, mesmo sem ter um pingo de graça. Rir é divertido. Faz bem... há quem diga que sorrir ajuda a não envelhecer e se for pra ter rugas que sejam por sorrir demais, concordo com isso. A vida da gente já é tão séria e complicada, se você também for sério e complicado, você não vive, você se reclusa num mundo chato e entediante, por isso eu vivo rindo, brincando, cantando, talvez até "encantando"... e acima de tudo, CONTAGIANDO. Não importa o que se diga num momento de crise de riso, desde um "vou fazer xixi" a um "minha barriga tá doendo", o que vale é o momento... deixar as lágrimas saírem se for o caso, sentar pra recuperar o fôlego, tudo isso faz parte. Afinal, mesmo tendo gente que não acredite, as melhores coisas da vida são de graça! (piadinha de duplo sentido, rs)

0 sorrisos compartilhados:

 

Copyright © 2010 A arte de um sorriso